São Paulo Cello Ensemble

Fabrício Rodrigues

Raïff Dantas Barreto

Renato de Sá

Robert Suetholz

* Participação da solista convidada: Rose de Souza

Programa do dia 13/01/2020 às 20h30 no Teatro da Urca

 

Heitor Villa-Lobos

Prelúdio n°3

Prelúdio n°5

Prelúdio n°1

 

Cantiga do Viúvo*

Redondilha*

Canção do Amor*

Melodia Sentimental*

 

Edmundo Villani-Côrtes

Frevo Paulista

Prelúdio e fuga

 

Valsinha de roda*

Papagaio azul*

Sina de cantador*

 

Cinco Miniaturas Brasileiras

-Prelúdio

-Toada

-Choro

-Cantiga de ninar

-Baião

 

* Participação da solista convidada: Rose de Souza

Recital Villa/Villani

Fabricio.jpg

Iniciou seus estudos em Campinas aos 9 anos de idade e prosseguiu seus estudos em São Paulo com Gretchen Mueller, Roman Mekinulov, Ricardo Fukuda, André Micheletti e Zigmund Kubala. Participou de Masterclasses com Bernard Greenhouse, Antônio Meneses, Hai Ye-Ni e Helfa Winold, entre outros. Participou da Orquestra Jovem Mundial (JEUNESSES MUSICALES) em turnê pela Alemanha, Indonésia e Taiwan. É graduado pela Faculdade Mozarteum de São Paulo.

Foi membro das orquestras Experimental de Repertório, Jazz Sinfônica do Estado de São Paulo, Filarmônica de São Bernardo do Campo, além de ter atuado como convidado nas orquestras Sinfônica Municipal de Campinas, Sinfônica do Estado de São Paulo, Sinfônica da USP, Sinfônica Municipal de São Paulo, e Filarmônica de Minas Gerais. 

Como solista, se apresentou à frente da orquestra Jazz Sinfônica do Estado de São Paulo e a Orquestra Experimental de Repertório no Teatro Municipal de São Paulo. 

Atualmente é membro da Filarmônica Sesi-SP e primeiro violoncelo na Orquestra do Teatro São Pedro (ORTHESP).

FABRÍCIO RODRIGUES

Raiff.jpg

Violoncelista paraibano, estudou com Nelson Campos na sua terra natal e com Enrico Contini em Parma, na Itália. Gravou diversos CDs, destacando: “As três primeiras suítes para violoncelo solo de J.S. Bach” e o CD solo, “Miniaturas Brasileiras”. 

Atuou como solista à frente das orquestras Sinfônica Municipal de São Paulo, do Teatro Nacional de Brasília, Cayuga Chamber Orchestra (NY-EUA), Sinfônica de Minas Gerais, Sinfônica do Espirito Santo, Sinfônica da Paraíba, dentre outras. Sob a batuta de: Eleazar de Carvalho, Leon Spierer, Ira Levin, Victor Hugo Toro, Abel Rocha e Mateus Araújo, entre outros. Fez as estreias brasileiras dos concertos: Shostakovich nº2, Kabalevsky nº2 e a Sinfonia Concertante para violino e violoncelo de Miklos Rosza. Recentemente tocou Dom Quixote de Richard Strauss no Theatro Municipal com a OSM, sob a batuta de Günter Neuhold e, em novembro 2018, realizou a estreia do Concerto para Violoncelo e Orquestra, a ele dedicado, do compositor Arthur Barbosa. 

Colabora com artistas como Toninho Ferragutti, André Mehmari e Ulisses Rocha, além de ter uma intensa atividade como camerísta. Atualmente professor no Projeto Neojiba em Salvador-BA, é também primeiro violoncelo-solista, desde 2001, da Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal de São Paulo.

RAÏFF DANTAS BARRETO

Renato2.jpg

Natural de São Paulo, estudou no Centro de Estudos Musicais Tom Jobim com Watson Clis e Johannes Gramsch entre 2004 e 2007, se formando mais tarde na Academia de Música da OSESP (Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo), sob orientação de Johannes Gramsch. 

Foi violoncelista das orquestras Experimental de Repertório, Filarmônica de São Bernardo e Sinfônica de Santo André. Gravou um CD com obras (quartetos e quintetos) de Henrique Oswald com o Quarteto ARS BRASIL. 

Atualmente atua regularmente com as maiores orquestras do país, tais como: a OSESP (Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo), com qual realizou várias turnês nacionais e internacionais; a OSM (Orquestra Sinfônica Municipal de São Paulo); entre outras. 

RENATO DE SÁ

Suetholz_Leko Machado2017.jpg

Natural de Milwaukee, Wisconsin, EUA, estudou sob orientação de George Sopkin, membro-fundador do Quarteto Fine Arts, seu sucessor Wolfgang Laufer, e Uzi Wiesel, antigo violoncelista do Quarteto de Cordas de Tel-Aviv, Israel. Obteve seu Mestrado em Violoncelo em 1998, sob a orientação de Hans Jørgen Jensen, da Universidade de Northwestern, em Chicago (EUA) e seu Doutorado em Música pela USP em 2011. 

Atuou em várias orquestras internacionais, como a Israel Sinfonietta (spalla dos violoncelos) e a Orquestra Sinfônica de Milwaukee (EUA), entre outras. Residindo no Brasil desde 1985, foi spalla dos violoncelos das orquestras sinfônicas da USP, do Estado de São Paulo e da Sinfonia Cultura - Orquestra da Rádio e TV Cultura. Foi violoncelista do Quarteto de Cordas da Cidade de São Paulo durante 25 anos, se desligando deste no final de 2016. 

É professor de violoncelo no Departamento de Música da Escola de Comunicações e Artes da USP desde 1989. Em 2015 lançou o livro Técnicas de reeducação corporal e a prática do violoncelo e em 2018, em parceria com Dr. Luiz Amato (UNESP), lançou a tradução para português do livro de Leopold Auer intitulado O violino segundo meus princípios, ambos pela Editora Prismas (Curitiba, PR).

ROBERT SUETHOLZ

É graduada em Educação Artística com licenciatura em canto lírico pela Universidade Estadual de Montes Claros-MG, e também formada em canto lírico e flauta-doce pelo Conservatório Estadual de Música Lorenzo Fernandez em Montes Claros-MG. 

No Brasil estudou com os professores Jeller Filipe e Francisco Campos. 

Em Portugal, estudou com os professores Antônio Salgado e Fernanda Corrêa, especializando se em lied, oratório e ópera. Participou do coro da Fundação Conservatório Regional de Vila Nova de Gaia, atuou na ópera “La Traviata” de Verdi e “Requiem” de Mozart, e recitais em várias cidades portuguesas. 

Participou de festivais de música e master classes fazendo aulas com grandes professores como: Ileana Cotrubas, Carlo Desideri, Gianluca Breda, Jean Paul Fouchecaurt, Ignácio de Nonno, Francisco Campos, Martha Heer, Rio Novello e Neide Thomas. 

Gravou a obra completa para canto e piano de José Guerra Vicente com o pianista Marcos Aragoni. 

Solista no “Fausto” de Robert Schumann, junto à Orquestra Municipal de São Paulo, “La Bohème” de G. Puccni, “Requiem” de W. A. Mozart, “Nona Sinfonia” de L. V. Beethoven, nos musicais The Phantom of the Opera e West Side Story. 

Solou com os maestros Sérgio Magnani (Itália), Diogo Pacheco, José Maria Florêncio, Lanfranco Marcelletti, Daisuke Nagamine (Japão), Ênio Antunes, Maurice Peres (EUA), Nelson Nilo Hack e Cláudio Cruz.

Rose especializou-se em Docência do Ensino Superior no Centro Universitário Adventista de São Paulo (UNASP), onde é professora de canto na Escola de Artes da instituição, no campus Engenheiro Coelho-SP. 

Desenvolve trabalho inédito com repertório de música brasileira para soprano e violoncelo, juntamente com o violoncelista Raïff Dantas Barreto.

ROSE DE SOUZA | solista convidada

Festival Música nas Montanhas

A partir das 9 h do dia 9 a 18 de Janeiro de 2020, a Secretaria do Festival estará disponível no Centro Cultural da Urca, em Poços de Caldas-MG.

FACEBOOK: MUSICANASMONTANHAS

CIRCUITO DE FESTIVAIS - 2020
Direção Artística: Maestro Jean Reis

Poços de Caldas - MG 9 a 18 Janeiro

www.festivalmusicanasmontanhas.com.br
Bauru - SP 19  a 25 de Janeiro
www.fimub.com.br

Bagé - RS > Julho
www.fimp.com.br

Lages - SC > Julho
www.musicanaserra.com.br