Festival Música nas Montanhas

A partir das 9 h do dia 9 a 18 de Janeiro de 2020, a Secretaria do Festival estará disponível no Centro Cultural da Urca, em Poços de Caldas-MG.

FACEBOOK: MUSICANASMONTANHAS

CIRCUITO DE FESTIVAIS - 2020
Direção Artística: Maestro Jean Reis

Poços de Caldas - MG 9 a 18 Janeiro

www.festivalmusicanasmontanhas.com.br
Bauru - SP 19  a 25 de Janeiro
www.fimub.com.br

Bagé - RS > Julho
www.fimp.com.br

Lages - SC > Julho
www.musicanaserra.com.br

PERCUSSÃO , 

CARLOS TARCHA

Natural de São Paulo, estudou percussão com Ernesto De Lucca, na Escola Municipal de Música de São Paulo e com Christoph Caskel, na Escola Superior de Música de Colônia, Alemanha.

 

Carlos  Tarcha foi timpanista da Orquestra Sinfônica Municipal de São Paulo, atuando ainda como convidado nas principais orquestras brasileiras e também junto à World Philarmonic Orchestra, B.B.C. Symphony Orchestra e Orquestra de Câmara da Filarmônica de Berlim. 

 

Apresentou-se como solista à frente da Orquestra Sinfônica Municipal, American Composers Orchestra, Orquestra Jazz Sinfônica e Banda Sinfônica do Estado de São Paulo.

 

Lecionou na Escola Municipal de Música de São 

Paulo (1978/86), em Festivais em todo o Brasil e na Universidade de São Paulo (1986/2001), onde concluiu o Mestrado em 1998 com o trabalho Técnica de 2 baquetas para Teclados de Percussão. Participou de inúmeros grupos de música de câmara, destacando-se o trabalho do Duo Diálogos de percussão, (1987/98) que atuou nos principais teatros, festivais de música e séries de concertos do Brasil. Nesse período foi criado um repertório de cerca de 40 obras especialmente escritas para o Duo, resultado de uma colaboração com os mais representativos compositores brasileiros. Apresentou-se também com o Duo Diálogos na Europa e Estados Unidos, destacando-se o o Festival Sonidos de las Americas: Brasil, no Carnegie Hall, Nova York. 

 

Atualmente integra  o Duo Clarinete Baixo/Percussão com Luis A. Montanha, que tem realizado concertos no Brasil e na Europa, além da gravação de um CD com obras brasileiras dedicadas ao duo, no projeto Música de Câmara Brasileira (LAMI–USP/Petrobras). Sua discografia inclui ainda o CD Contemporary Percussion Music from Brazil, (selo G.H.A, 1995), participações em trabalhos dos compositores E. Seincmam, O. Lacerda, G. Mendes, F. Menezes, E. Widmer, A. Barnabé, P. Chagas e Gil Jardim, e também em produções das orquestras Jazz Sinfônica e Sinfônica Municipal de São Paulo e do Ensemble musikFabrik NRW. 

 

Desde 2001 é professor Titular de percussão na 

Escola Superior de Música de Colônia, Alemanha. 

(Hochschule für Musik Köln). Tem atuado em séries de concertos e festivais nos Estados Unidos e Europa em diversas formações camerísticas, com  Ensembles como musikFabrik NRW, Trai I Tempi, E MEX  e KaG (Bélgica).