Andrea_edited_edited.jpg

VIOLINO

Andréa Campos

 

ORQUESTRA VERSATILIS

Andréa Campos, Violinista e Professora nasceu em Santarém, Pará.

Iniciou seus estudos de violino na Escola de Música de Brasília, aos 10 anos de idade, com a professora Marena Salles. Aos 15 anos ganhou bolsa da Organização dos Estados Americanos (OEA), onde foi um dos cinco músicos selecionados de toda a América Latina. Concluiu o segundo grau nos Estados Unidos, na Interlochen Arts Academy (1987), e bacharelou-se pela Western Michigan University (1991), sob a orientação da professora Renata Knific.  Obteve o grau de Mestre pela Eastman School of Music (1993), em Rochester (New York), com as professoras Catherine Tait e Camila Wicks. Recebeu o Artist Diploma da Carnegie Mellon University (1997), em Pittsburgh (PA), sob orientação de Andrés Cardenes, sendo a primeira candidata aprovada para cursar esse programa, em que utilizou, durante dois anos, o violino Stradivarius do acervo da instituição.

Recitalista e solista no Brasil e no estrangeiro, seu repertório inclui apresentações com orquestras como a Sinfônica do Theatro Municipal de São Paulo, Bachiana Filarmônica, Sinfônica do Teatro Nacional de Brasília e Camerata Antiqua de Curitiba, assim como co-solista de Andrés Cárdenes, em Pittsburgh (PA).

 

Atuou como spalla em exibições no Lincoln Center e no Carnegie Hall (New York), no Kennedy Center (Washington, D.C.) e no Boston Symphony Hall, além de liderar a Heidelberg Schlossfestspiele Orchester, na Alemanha. Foi concertino na Youngstown Symphony (Ohio) e integrou as Sinfônicas de Kalamazoo e Battle Creek (Michigan), a Erie Philarmonic (Pensilvânia), a New World Symphony (Flórida) e a Rochester Philharmonic (New York).

Participou de festivais e cursos intensivos para instrumentos de cordas, como o Encore School for Strings (Ohio),e se apresentou em master classes para Pinchas Zukerman, Shmuel Ashkenasi, Yair Kless, Tokyo String Quartet, entre outros.

Coleciona variadas premiações, de melhor intérprete de música brasileira (Piracicaba, São Paulo) a vencedora dos concursos Julius Stulburg Scholarship Chair, Kalamazoo Symphony Honor String Quartet e Concerto Competition, realizados pela Western Michigan University.

Gravou em 1997 seu primeiro CD, denominado “Andréa in Concert”. Foi membro da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo (Osesp), Sexteto de Cordas da Osesp, Jazz Sinfônica de São Paulo, concertino do Engenho Barroco e spalla da Bachiana Filarmônica. Foi integrante do Quarteto “Vienarte” e Trio “D’Amore”.

 

Foi professora de violino na Faculdade de Artes Alcântara Machado (FAAM), da Escola Municipal de Música (EMM) e do Instituto Baccarelli.Seus alunos têm se destacado no âmbito musical e recebido bolsas de estudos internacionais, assim como as mais variadas premiações.

Em 2017, foi indicada como Comendadora da Ordem do Mérito Cultural Carlos Gomes.

Atualmente é chefe de naipe dos segundos violinos da Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal de São Paulo (OSM) e integrante da Bachiana Filarmônica Sesi-SP. Leciona violino e música de câmara na Escola de Música do Estado de São Paulo (EMESP Tom Jobim), além de seus inúmeros alunos particulares. É Membro Imortal da Música Erudita Brasileira, na Academia de Música do Brasil, na Cadeira cujo Patrono é o musicólogo paraense Vicente Salles. Fundadora do Coral “D’Amore” juntamente com seu marido Flávio Geraldini, pai de seus filhos Alonso e Amanda.

apoio: Vivace - Movimento Artístico-Musical, Conservatório Musical Antônio Ferrucio Viviani, Secretaria Municipal de Cultura.